Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Blog > Notícias > NTU participa de debate no Seminário Nacional da Mobilidade Urbana

NTU participa de debate no Seminário Nacional da Mobilidade Urbana

A NTU (Associação Nacional das Empresas dos Transportes Urbanos) participará do Seminário Nacional: Mobilidade Urbana – Desafios e Estratégias, evento promovido pela ANTP (Associação Nacional dos Transportes Públicos), entre 11 e 13 de maio, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo. O encontro contará com dirigentes públicos, empresários e especialistas na área de transportes do Brasil e de países da América Latina, a fim de discutir qualidade de vida nas cidades e sua relação com a mobilidade urbana da população em geral.

No dia 13, quinta-feira, a partir das 11h, Rodrigo Corleto Hoelzl, vice-presidente de responsabilidade socioambiental da NTU, participará da sessão sete que tem como tema a “Política social sustentável começa com o Transporte Público”. Durante a mesa redonda serão discutidos os aspectos da gestão como o custeio das redes de serviços de transporte público, incluindo os subsídios das tarifas, dos insumos e das gratuidades.

“Esta é uma oportunidade importante para promover a discussão sobre as melhores alternativas para os transportes nas grandes cidades. Estamos em um momento onde a mobilidade urbana está diretamente ligada à qualidade de vida dos cidadãos. Por isso, cabe a nós encontrarmos as soluções para melhorar o tráfego bem como diminuir o impacto ambiental dos transportes como um todo”, diz Hoelzl.

Além disso, Marcos Bicalho dos Santos, diretor superintendente da NTU, prestigiará o encontro e reforçará os benefícios da implantação dos sistemas de BRT (Bus Rapid Transit), ônibus que circulam em vias exclusivas, como forma de contribuir para a diminuição dos congestionamentos nas grandes cidades.

“Os eventos esportivos, definitivamente, contribuíram para alavancar os projetos em prol da mobilidade urbana. Porém, é preciso ver que este é apenas o primeiro passo de um programa que precisa ser ampliado para todas as grandes cidades brasileiras”, diz Bicalho. Ao todo, o governo federal anunciou que, na primeira fase do PAC da Mobilidade, destinará mais de R$ 4,5 bilhões a 20 projetos de BRT em nove, das 12, cidades-sede da Copa de 2014.

Sobre o BRT

O Bus Rapid Transit é um sistema baseado em ônibus que apresenta alta capacidade para atender aos usuários de forma rápida e com qualidade, simulando o desempenho do metrô. Por trafegar em vias exclusivas e apresentar cobrança de serviços fora dos veículos, os deslocamentos possuem menores tempos de parada.

“Além da qualidade, os BRTs apresentam tempo de implantação otimizado assim como o custo das obras. Em média, um corredor de 10 quilômetros leva 2,5 anos para ser construído e custa R$ 100 milhões, enquanto o metrô, por exemplo, demora nove anos e tem o custo de R$ 1 bilhão”, finaliza Bicalho.

Com relação à estrutura das vias e veículos, os sistemas de BRT apresentam plataformas elevadas no mesmo nível dos ônibus, veículos de alta capacidade com tecnologias mais limpas, transferência entre rotas sem incidência de custo, programação e controle rigorosos da operação e sinalização e informação ao usuário.

Em todo o mundo, mais de 80 cidades implantaram os BRTs, entre elas estão Bogotá (Colômbia), México (Guadalajara), China (Guangzhou) e, no Brasil, está presente na cidade de Curitiba, Paraná. Para a Copa do Mundo deste ano, a África do Sul construiu uma rede completa baseada neste tipo de sistema para atender a circulação de mais de 450 mil turistas, além da população local.

Agenda

Seminário Nacional: Mobilidade Urbana – Desafios e Estratégias

Data: 11 a 13 de maio de 2010

Horário: a partir das 16h, no dia 11 e a partir das 9h, nos dias 12 e 13

Local: Centro de Convenções Frei Caneca

Rua Frei Caneca, nº 569 – 4º andar – Consolação

Informações: http://portal1.antp.net

Fonte: Portal NTU