Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Blog > Notícias > Mais 2 terminais integrados serão construídos

Mais 2 terminais integrados serão construídos

As obras dos terminais integrados de Abreu e Lima e Joana Bezerra, consideradas importantes para a integração com o corredor de Transporte Rápido por Ônibus Norte-Sul, devem ser concluídas nos próximos 12 meses. Este é o tempo estabelecido para que, a partir da ordem de serviço, as empresas vencedoras das licitações executem as obras.

Apesar de já existir, o Terminal Integrado de Joana Bezerra será completamente reformado e ampliado. A ação contará com R$ 3,8 milhões. Serão três plataformas de desembarque e 15 plataformas de embarque, sendo cinco para os veículos do Transporte Rápido de Ônibus (TRO) e dez para os coletivos convencionais.

A previsão é de se construir, também, banheiros, lanchonetes, sala para administração, atendimento ao cliente e boxes, além de estacionamento para carros e bicicletários. A estimativa é de que 140 mil passageiros passem diariamente pelo terminal, que irá operar com oito linhas.

Já para a construção do Terminal Integrado de Abreu e Lima, serão destinados R$ 9,5 milhões. Ele funcionará em frente ao Hospital Miguel Arraes, entre a BR-101 Norte e PE-15, e deve receber diariamente 30 mil passageiros. O terminal também irá operar com oito linhas.

A estrutura física será semelhante ao de Joana Bezerra. Serão três plataformas de desembarque e dez de embarque. O local também contará com banheiros, lanchonetes, sala para atendimento ao cliente, boxes, estacionamento para carros e bicicletário.

De acordo com o secretário das Cidades, Danilo Cabral, a construção dos terminais integrados vai melhorar o transporte de aproximadamente 200 mil pessoas. “Hoje o sistema de transporte público usado por quase dois milhões de passageiros por dia. A preocupação do governo é buscar uma solução que integre todos os modais de modo a explorar, potencializar o uso de cada modal. A medida vai atingir quase 200 mil pessoas usuárias desses terminais”, destacou.

Fonte: Folha de Pernambuco