Pular a navegação e ir direto para o conteúdo




Blog > Sala de Imprensa > Releases > Jardim histórico da Praça do Derby recebe identificação

Jardim histórico da Praça do Derby recebe identificação

Projeto da Urbana-PE vai colocar placas com nome popular, científico e origem de cada espécie

Os jardins da Praça do Derby, que sofreram intervenção do paisagista Burle Marx, em 1936, vão receber identificação. A partir desta terça-feira (07.02), placas contendo os nomes popular e científico e a origem das plantas serão colocados na frente de cada espécie. A ação está sendo realizada por meio de um projeto da Urbana-PE (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros no Estado de Pernambuco), que adota a praça.

A ideia, além de valorizar a beleza natural, é possibilitar que as pessoas que circulam pelo local conheçam o nome e a origem do que estão contemplando. ”Queremos incentivar o interesse pelas espécies, mas também valorizar a importância histórica da Praça do Derby e estimular a conscientização pela preservação do local”, acrescenta o presidente da Urbana-PE, Fernando Bandeira.

Dentre as espécies identificadas estão: Pau-Brasil, Olho de Pombo, Chuva-de-Ouro, Acácia-grande, Flamboyant, Ficus-beijamina, Jabotá-do-cerrado, Oiti-da-praia, Chicha, Craibeira, Ipê-roxo, Macaibeira, Dendê, Palmeira-leque-de-fifi, Palmeira-Imperial, Palmeira-fenix e Latânia. As plantas são originárias do Brasil, Madagascar, Honduras, China, Antilhas e dos continentes Africano e Asiático.

Segundo o botânico e pesquisador do laboratório de Paisagem da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Joelmir Marques, na época que Burle Marx fez o projeto da Praça do Derby, o objetivo era criar um jardim moderno que valorizasse as plantas nativas, criando uma paisagem diferente do estilo europeu onde predominavam rosas e flores. Porém outras árvores exóticas foram sendo acrescentadas com o tempo. “Esse resgate é fundamental. Um jardim é a natureza ordenada que se transforma em obra de arte. O que temos aqui é um monumento vivo”, defende o pesquisador que também estuda as outras praças concebidas ou que sofreram, intervenção de Burle Marx.

O projeto de identificação das espécies da Praça do Derby é uma iniciativa da Urbana-PE. O levantamento das espécies foi feito pela equipe do Laboratório de Paisagem da UFPE. A ação ainda tem o apoio da Prefeitura do Recife.



Deixe um comentário