Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Blog > Notícias > Governo Federal vai investir mais de R$ 500 mi em transporte para a Copa

Governo Federal vai investir mais de R$ 500 mi em transporte para a Copa

Publicado no Jornal do Commercio – Mais Esportes, 18/05/2010

Vistoria da Fifa vem para ver o “nada”

Inspetores vão sobrevoar o terreno da Arena, dominado por mato e casas irregulares

Com um dia de antecipação, o comitê técnico da Fifa chega hoje a Pernambuco para acompanhar o andamento do projeto do Estado para a Copa do Mundo do Brasil em 2014, em São Lourenço da Mata. O local onde será construída a Cidade da Copa e o estádio com capacidade de 46 mil pessoas ainda é um enorme terreno desnivelado e com mato alto, onde moram 265 famílias cadastradas. Cenário que nem de longe lembra ao de um local que deveria já ter instalado um canteiro de obras. Os inspetores vão sobrevoar a área de 239 hectares por volta das 15h. Em seguida, haverá uma reunião no Palácio do Campo das Princesas com autoridades locais.

Os membros da comitiva da Fifa vão expor as suas impressões sobre o projeto pernambucano. A previsão é que depois disso, enfim, seja definida uma data para o começo das obras, que já deveriam ter saído do papel desde janeiro – o último prazo de tolerância foi encerrado no dia 3 deste mês. Mesmo assim, apesar do atraso, a intenção é concluir os trabalhos em janeiro de 2013. A construção da Arena será feita por parceria público-privada (PPP) e custará cerca de R$ 532 milhões. A empreiteira Norberto Odebrecht foi a vencedora da licitação.

“Trata-se de uma vistoria técnica, em que os membros vão examinar plantas da construção da arena como também das obras viárias de infraestrutura”, disse o secretário da Casa Civil, Ricardo Leitão. No projeto apresentado, o governo do Estado prometeu duplicar o trecho da BR-408, entre a BR-232 e a entrada para Camaragibe, levar o metrô até o local do estádio e ainda criar uma linha para um VLT (Veículo Leve sobre Trilho), um elevado entre a Avenida Caxangá e a Arena (ver matéria ao lado).

Por falar no futuro estádio, que será erguido em Jardim Penedo, em São Lourenço da Mata, o local segue sem nenhum indício de que será alvo de uma vistoria hoje. “Não estou sabendo de nada. Por enquanto, a gente não vê nada sendo feito na área. Nenhum tijolo levantado, não escuta um bate-estaca”, disse o aposentado José Vieira da Silva, morador do local há seis anos.

Na verdade, a preocupação dos moradores é outra. A expectativa gira em torno das indenizações prometidas pelo governo do Estado. De acordo com o vice-presidente da associação de moradores de Jardim Penedo, Alysson Gomes, até a próxima sexta-feira foi prometida a divulgação de uma lista das famílias que terão direito a um benefício antes de deixarem o terreno. Na primeira etapa, 105 delas serão chamadas para o acordo, o que deve acontecer em 10 dias.

“O cálculo para as indenizações será feito em cima das benfeitorias realizadas nos terrenos, como áreas construídas e plantações frutíferas. Depois do acordo, as famílias terão um prazo não muito grande para deixarem as áreas. Até por conta dos atrasos nas obras”, disse Alysson.

O medo, porém, é que os valores das indenizações fiquem abaixo das necessidades dos moradores. “Acho que vou receber uma indenização baixa, bem menos do que o investimento para construir minha casa. Só pelo terreno paguei R$ 4.300”, disse a dona de casa Maria de Lourdes da Silva. Vale lembrar que todo o terreno é de propriedade do governo. “Acredito que as indenizações sairão com valores satisfatórios. Para aqueles que não aceitarem o acordo, o valor será depositado em juízo. Mas eles terão que deixar o local do mesmo jeito”, finalizou Alysson

Além do Recife, a comitiva da Fifa visita, hoje pela manhã, Natal. Amanhã segue para Salvador, que encerra a maratona. Ontem, foi a vez de Fortaleza receber a vistoria. Segundo o secretário de esportes do Ceará, Ferruccio Feitosa, os inspetores saíram impressionados com a estrutura do Castelão a ponto de colocarem o estádio como um dos candidatos a sediar um jogo das semifinais.

Estado terá quase R$ 600 mi para transporte

BRASÍLIA – O governo federal anunciou a liberação de R$ 589 milhões para Pernambuco visando à Copa do Mundo de 2014 para fazer uma via expressa, faixas exclusivas para ônibus especiais e uma estação de metrô. Ontem foram publicados os primeiros projetos de infraestrutura como obras de mobilidade urbana no Estado, em Brasília e em Salvador no valor de R$ 1,5 bilhão financiado com dinheiro do FGTS, o que representa 89% do valor a ser gasto. As prefeituras e governos estaduais deverão investir outros R$ 183 milhões.

Até 2014, o governo federal deve liberar R$ 9 bilhões para garantir que as cidades-sede do evento tenham uma estrutura mínima de mobilidade urbana. Esse valor não inclui gastos com ampliação de aeroportos e reformas nos estádios.

O governo também anunciou que concederá benefícios fiscais para a construção e reforma dos estádios. De acordo com comunicado do ministro Guido Mantega (Fazenda), as cidades que sediarão o evento poderão conceder isenção de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) nas operações com mercadorias e bens destinados à construção, ampliação, reforma ou modernização de estádios. O governo também vai desonerar IPI (Imposto de Produtos Industrializados), PIS/Cofins e Imposto de Importação.