Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Blog > Blog do Instituto > Ferramenta calcula o impacto ambiental de deixar o carro em casa

Ferramenta calcula o impacto ambiental de deixar o carro em casa

Condicionamos questionamentos subconscientes para adiar mudanças. Em vez de tentar, optamos por duvidar que realmente fará alguma diferença para o trânsito deixar o carro em casa para tentar o ônibus ou a bicicleta. Sim, essas trocas, sejam em menor ou maior escala, sempre causam impacto. A ANTP (Associação Nacional de Transportes Públicos) desenvolveu uma ferramenta para estimar o impacto ambiental que essa escolha entre modais pode causar em cada cidade brasileira com mais de 60 mil habitantes.

Em São Paulo, por exemplo, a porcentagem de motoristas que têm carros e usam seus veículos todos os dias ou quase todos os dias caiu de 56% em 2014 para 45% em 2015. É o que mostra a 9ª Pesquisa sobre Mobilidade Urbana feita pelo Ibope, a pedido da Rede Nossa São Paulo. Isso indica que os investimentos feitos pelo município na criação e manutenção de ciclovias e na valorização do pedestre, além de servir como exemplo, inspira os próprios cidadãos a adotarem modais sustentáveis.

No mesmo ritmo em que notamos as respostas ambientais às nossas imprudências, a preocupação com o meio ambiente cresce. Presenciamos, então, mudanças significativas na distribuição dos modais em algumas cidades, e incentivado em outras. Visando entender o impacto que as mudanças de modal trazem, a ANTP criou uma ferramenta que mede o resultado da mudança de hábitos de locomoção em termos de redução ou aumento na emissão de poluentes e gases de efeito estufa

Simulador de Impactos Ambientais em Ações de Mobilidade Urbana

A ferramenta desenvolvida pela ANTP em parceria com o WWF-Brasil (World Wide Fund for Nature) ilustra os resultados que a mudança nos meios de locomoção pode trazer para uma cidade.

Por meio dele da plataforma, você escolhe sua cidade, muda a porcentagem de viagens em um determinado tipo de transporte e pode ver qual o resultado em questão de consumo de tempo, energia e espaço físico, além de emissão de poluentes locais e gases de efeito estufa.
O sistema possui um banco de dados que inclui todas as cidades brasileiras com mais de 60 mil habitantes e faz o cálculo de acordo com cada faixa de população. O resultado pode te fazer repensar a forma como se locomover em sua cidade.

Um exemplo do funcionamento da ferramenta: em São Paulo, se 15% dos motoristas deixassem seu veículo em casa e adotassem outro modal, o impacto seria este abaixo, como apontou o Outra Cidade:

Mais tempo, menos impacto

E se 15% dos motoristas de São Paulo trocassem o carro por outro modal
Link direto do simulador: http://simulador.antp.org.br

Fonte: The City Fix