Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Blog > Notícias > Faixa Azul da Real da Torre com tráfego exclusivo de ônibus e táxis

Faixa Azul da Real da Torre com tráfego exclusivo de ônibus e táxis

Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
O transporte coletivo vai ter prioridade na Rua Real da Torre, na Zona Oeste do Recife, a partir desta segunda-feira (30). É quando começa a valer o tráfego exclusivo de ônibus e táxis pela Faixa Azul, pintada e sinalizada desde a semana passada. O desafio é de aumentar em até 20% a velocidade das dez linhas que circulam diariamente por lá, transportando 52 mil passageiros.
O novo corredor de BRS (Bus Rapid System) tem 1,5 quilômetro de extensão, entre as ruas Marcos André e José Osório. De acordo com a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), ela deve se interligar com a Faixa Azul da Rua Cosme Viana, em Afogados, a primeira implantada na cidade, em dezembro de 2013. Com a nova faixa, agora há 23 quilômetros de corredor no Recife.
Apenas ônibus e táxis, com ou sem passageiros, poderão circular por essa faixa da Real da Torre, de segunda a sexta-feira, das 6h às 22h. Motoristas e motociclistas que invadirem o corredor e forem flagrados pagarão multa de R$ 191,54, equivalente à infração gravíssima, além de sete pontos da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).
Até junho deste ano, segundo o Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE), foram registradas 560 multas pelo artigo 184 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que proíbe condutores de transitar com o veículo na faixa da direita, quando é regulamentada como de circulação exclusiva para alguns veículos. Na Região Metropolitana, foram 525 infrações por carros e 117 por motos.
Este mês foram instalados equipamentos de fiscalização eletrônica nas Faixas Azuis das avenidas Mascarenhas de Moraes e Herculano Bandeira, na Zona Sul do Recife. Porém, a CTTU não divulgou ainda os novos números de infrações.
Não haverá na Real da Torre, pelo menos inicialmente. Segundo o gerente geral de Trânsito da CTTU, Agostinho Maia, não há previsão para isso ainda porque não há orçamento para colocá-las e para a manutenção delas.
BRT – O corredor de BRT (Bus Rapid Transit) é um exemplo de faixa exclusiva onde a ausência de fiscalização eletrônica leva a uma subnotificação das infrações. Apesar dos inúmeros flagras, o Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) registrou apenas 2.516 multas no Recife. Considerando a Região Metropolitana, foram 3.571. Proporcionalmente, os números são maiores do que no ano passado, quando foram 4.072 registros na capital e 8.016 contando os municípios vizinhos.

O transporte coletivo vai ter prioridade na Rua Real da Torre, na Zona Oeste do Recife, a partir desta segunda-feira (30). É quando começa a valer o tráfego exclusivo de ônibus e táxis pela Faixa Azul, pintada e sinalizada desde a semana passada. O desafio é de aumentar em até 20% a velocidade das dez linhas que circulam diariamente por lá, transportando 52 mil passageiros.

O novo corredor de BRS (Bus Rapid System) tem 1,5 quilômetro de extensão, entre as ruas Marcos André e José Osório. De acordo com a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), ela deve se interligar com a Faixa Azul da Rua Cosme Viana, em Afogados, a primeira implantada na cidade, em dezembro de 2013. Com a nova faixa, agora há 23 quilômetros de corredor no Recife.

Apenas ônibus e táxis, com ou sem passageiros, poderão circular por essa faixa da Real da Torre, de segunda a sexta-feira, das 6h às 22h. Motoristas e motociclistas que invadirem o corredor e forem flagrados pagarão multa de R$ 191,54, equivalente à infração gravíssima, além de sete pontos da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Até junho deste ano, segundo o Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE), foram registradas 560 multas pelo artigo 184 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que proíbe condutores de transitar com o veículo na faixa da direita, quando é regulamentada como de circulação exclusiva para alguns veículos. Na Região Metropolitana, foram 525 infrações por carros e 117 por motos.Este mês foram instalados equipamentos de fiscalização eletrônica nas Faixas Azuis das avenidas Mascarenhas de Moraes e Herculano Bandeira, na Zona Sul do Recife. Porém, a CTTU não divulgou ainda os novos números de infrações.

Não haverá na Real da Torre, pelo menos inicialmente. Segundo o gerente geral de Trânsito da CTTU, Agostinho Maia, não há previsão para isso ainda porque não há orçamento para colocá-las e para a manutenção delas.

BRT – O corredor de BRT (Bus Rapid Transit) é um exemplo de faixa exclusiva onde a ausência de fiscalização eletrônica leva a uma subnotificação das infrações. Apesar dos inúmeros flagras, o Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) registrou apenas 2.516 multas no Recife. Considerando a Região Metropolitana, foram 3.571. Proporcionalmente, os números são maiores do que no ano passado, quando foram 4.072 registros na capital e 8.016 contando os municípios vizinhos.

Fonte: Portal NE10