Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Blog > Notícias > Especialistas debatem como melhorar a relação entre trânsito e poluição nas grandes cidades

Especialistas debatem como melhorar a relação entre trânsito e poluição nas grandes cidades

Especialistas em mobilidade urbana do Brasil e do exterior reuniram-se nessa quinta-feira(26) na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) para discutir propostas para melhoria do trânsito nas grandes cidades. O evento fez parte da 4ª Mostra de Responsabilidade Socioambiental da Fiesp.

Brian Lagerberg, diretor do Departamento de Transportes do estado de Washington, no Estados Unidos, apresentou resultados de um programa para redução do número de viagens em automóveis. Implantada em 1991, a iniciativa faz parcerias com empresas para que elas incentivem o uso do transporte público e da carona (transporte solidário) entre funcionários. Até 2007, o programa já tinha reduzido 2,6 mil viagens de automóveis diárias no estado. Após ajustes, reduziu em mais 16% o número de viagens que motoristas faziam sozinhos.

“O comprometimento de empresas e pessoas é fundamental”, afirmou Lagerberg. “Para cada dólar que o governo investe no programa, as empresas investem US$ 18. Isso mostra que elas estão comprometidas e interessadas com o sucesso da ideia.”

Martin Lutz, diretor de Saúde e Meio Ambiente de Berlim, na Alemanha, explicou o funcionamento do projeto que baniu de certas vias da cidade o tráfego de veículos mais poluentes. As chamadas zonas de Baixa Emissão de CO2 (LEZ, na sigla em inglês) reduziram em 35% as emissões de gases de efeito estufa em dois anos e já estão sendo copiadas em pelo menos nove países.

“Esta não é a solução para os problemas de congestionamento, porém ajudou a reduzi-los”, afirmou ele, que também é favorável a medidas como o pedágio urbano.

Após a apresentação, o superintendente de Planejamento de Transporte da São Paulo Transporte (SPTrans), Laurindo Junqueira, disse que as ideias são interessantes, mas só funcionaram, por enquanto, em países de realidades diferentes da encontrada no Brasil.

“No Brasil, ainda precisamos aumentar a qualidade do serviço de transporte público”, explicou ele. “Estados Unidos e Alemanha já resolveram este problema. Agora, podem começar a estimular a redução do uso de carros e da poluição.”

Fonte
: www.cnt.org.br