Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Blog > Notícias > Ciclista pede respeito e passagem

Ciclista pede respeito e passagem

Adepto do ciclismo há três anos, o artesão Reginaldo Cabral de Souza, 49, chama a atenção por onde passa com sua bike estilizada com material reciclável. Além de despertar curiosidade, Reginaldo agora prega a paz no trânsito. Depois de ser atingido por um veículo, enquanto pedalava, na Avenida Agamenon Magalhães, ele decidiu militar em favor da convivência pacífica entre carros e bicicletas.

“Apesar das escoriações na mão, coxa e joelho, e da sensação ruim da lembrança do acidente, estou feliz de novo para dar continuidade à minha luta”, ressalta ele, num trecho de uma carta distribuída ontem, durante o passeio ciclístico promovido pela Secretaria Estadual das Cidades. “Não basta apenas reciclar o lixo, mas também conscientizar as pessoas. De pouquinho em pouquinho, uma grande diferença se faz. Paz para o mundo (…) Obrigado por terem me ouvido”, comenta o morador de Guadalupe, em Olinda, em outro trecho do texto.

Assim como o artesão, centenas de ciclistas ganharam as ruas do Recife ontem, para lembrar o Dia Mundial Sem Carro, comemorado no último sábado. O evento integrou o calendário da Semana de Educação no Trânsito, que começou no último dia 18 e vai até amanhã.

Num domingo de sol, a bicicletada teve início às 8h na Praça do Derby e percorreu 12 quilômetros de vias no Centro do Recife. O ato foi também um programa em família. Muitas crianças, acompanhadas dos pais, vestiram capacete e luvas para pedalar. “Gosto muito de jogos eletrônicos, mas também é legal andar de bicicleta. Meu pai deu a ideia e achei o passeio muito legal”, contou Lucas Santiago, de 13 anos.

Por volta das 10h, o passeio ciclístico fez uma parada estratégica na Praça da República. Do alto de um trio elétrico, os organizadores do evento realizaram um sorteio de cinco bicicletas. Os secretários de Estado Danilo Cabral (Cidades) e Sérgio Xavier (Meio Ambiente) participaram do ato. “É importante avançar no aprendizado sobre a importância da convivência sadia entre carros e bicicletas”, disse Danilo Cabral, devidamente equipado, para destacar também os benefícios da bike no quesito mobilidade.

Ele lembrou que o programa Pedala PE pretende criar mais de 100 quilômetros de ciclovias no Grande Recife, a partir de 2014. O projeto investirá, aproximadamente, R$ 22 milhões para melhorar a mobilidade.

Está prevista a construção de bicicletários nas sete estações de embarque e desembarque do corredor de transporte fluvial a ser implantado no Rio Capibaribe e nos 25 terminais de integração de ônibus da região.

No último sábado, apesar de o Recife não ter programado nenhum evento oficial para marcar o Dia Mundial Sem Carro, cerca de 140 ciclistas participaram de uma bicicletada da Zona Norte da cidade até o Marco Zero, no final da tarde e início da noite. Mobilizados, eles entoaram o coro de “mais amor, menos motor.”

Fonte: Jornal do Commercio