Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Blog > Notícias > BRT mudou maneira de se transportar pelo Recife

BRT mudou maneira de se transportar pelo Recife

Uma pesquisa do Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP) avaliou o serviço de BRT na capital pernambucana. Três anos e meio após sua inauguração, o sistema cruza 47,6 km e transporta 121 mil passageiros por dia. Os resultados serão levados em conta pelo poder público para melhorar cada vez mais o modal.

Foto: Aline Soares

O estudo apresentou dados inéditos como a informação de que 2% dos usuários do Norte-Sul usavam o carro antes de adotar o sistema como principal transporte. No Leste-Oeste, o percentual foi de 3%. A substituição do carro ou dos ônibus convencionais pelo BRT acarretou economia de 61% (17,6 mil toneladas) de emissão de gás carbônico.

Cerca de 80% dos usuários do Norte-Sul e 85% do Leste-Oeste consideraram que o deslocamento diário melhorou com a chegada do BRT. Um dos principais motivos da satisfação foi a redução no tempo de viagem, que diminuiu em 16% o tempo de deslocamento dos usuários do Norte-Sul (ganho de 15 minutos) e 28% no Leste-Oeste (26 minutos).

O BRT Via Livre aumentou de 13% para 23% o percentual da população coberta por sistemas de transporte de média e alta capacidade. De 20% para 30% foi o aumento da cobertura de acesso a postos de trabalho privados. Também cresceu de 15% para 31% a cobertura de acesso a policlínicas e hospitais, e de 14% a 29% a cobertura de acesso a instituições de ensino superior.

Fonte: Portal Diario de Pernambuco (Editado)

(http://www.diariodepernambuco.com.br/app/outros/ultimas-noticias/46,37,46,11/2017/12/05/interna_vidaurbana,733420/brt-mudou-transporte-na-capital.shtml)